senai

sesi

Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
sexta-feira, 24 de junho de 2016

Lagoa Grande: Após matar ex-esposa, homem comete suicídio, deixando duas crianças órfãs

Na manhã desta sexta-feira (24), por razões ainda não descobertas pela polícia, um homem identificado como Rogério Rodrigues, de idade não revelada, atacou a sua ex-companheira Jucilene Silva, 30 anos, atingindo-lhe com pelo menos 11 facadas.

O crime aconteceu no Assentamento Agroisia, em Vermelhos, interior de Lagoa Grande. A vítima ainda chegou a ser socorrida até o hospital da cidade, mas infelizmente já chegou sem vida.

O agressor, logo após o crime, teria saído desesperado do local e atentou contra a própria vida, enforcando-se numa árvore com uma corda, tendo morte imediata.

Quando conviviam, o casal gerou duas crianças que agora, diante da tragédia, ficam órfãs de pai e mãe. Com informações do G1 e Blog de Paulo Angelin

Resultado britânico gera onda de pedidos por plebiscitos em outros países da UE

A votação foi apertada, com 51,9% dos eleitores britânicos aprovando o chamado "Brexit" (contração que significa saída britânica), contra 48,1% dos eleitores que apoiaram a permanência na UE. O resultado fez com que o primeiro-ministro britânico, David Cameron, anunciasse que pretende deixar o cargo.

Analistas afirmam que a saída do Reino Unido pode causar um efeito dominó que pode ameaçar todo o bloco. Após o anúncio do resultado, nesta sexta-feira (23), bolsas internacionais abriram em queda e a libra esterlina atingiu seu menor valor em décadas.

A editora da BBC para a Europa, Katya Adler, afirma que há décadas não se via tanto ceticismo em relação à União Europeia.

Nigel Farage, líder do partido de extrema-direita britânico Ukip e um dos maiores entusiastas da saída do Reino Unido do bloco, disse esperar que o exemplo britânico seja o início de um processo maior de desintegração da UE. "A União Europeia está enfraquecida, a União Europeia está morrendo", disse Farage em um discurso em Londres.

"De modo similar, na Dinamarca, a maioria é a favor da saída... E eu soube que o mesmo se aplica à Suécia, talvez Áustria e talvez até à Itália", disse o político britânico". Image copyright Getty Images Image caption Nigel Farage, do Ukip, afirmou que a União Europeia 'está morrendo'.

Reações


Logo após o anúncio do resultado britânico, políticos de partidos de extrema-direita na Holanda, França e Itália pediram pela realização de consultas pela saída da UE em seus respectivos países.

Marine Le Pen, líder do partido francês Frente Nacional, afirmou que os cidadãos de seu país deveriam ter o direito de opinar a respeito da permanência no bloco.

"Vitória da liberdade. Como tenho dito há anos, nós agora devemos ter o mesmo referendo na França e em outros países na UE", escreveu no Twitter Le Pen - que está entre as favoritas para as eleições presidenciais na França do ano que vem.

Na Holanda, o líder anti-imigração Geert Wilders disse por meio de um comunicado que os holandeses "querem estar no comando de seu país, de seu dinheiro, de suas fronteiras e de suas políticas de imigração". Image copyright Reuters Image caption O políticos anti-imigração Wilders afirmou que os holandeses "querem estar no comando de seu país".

"Tão rápido quanto possível, os holandeses devem ter a oportunidade de se pronunciar a respeito da permanência na União Europeia", disse Wilders.

A Holanda terá eleiões gerais em março e algumas pesquisas de opinião colocam Wilders como líder na disputa. Uma pesquisa recente sugere que 54% dos holandeses querem um referendo sobre a permanência na UE.
'Reações histéricas'

Já Mateo Salvini, líder do partido italiano Liga Norte tuitou: "Viva a coragem dos cidadãos livres! Coração, cérebro e orgulho derrotaram as mentiras, ameaças e chantagens. Obrigado, agora é nossa vez".

Na Dinamarca, o Partido Popular, que quer renegociações com UE, saudou a decisão "corajosa" dos britânicos, mas afirmou que todos "devem manter a cabeça no lugar".

Já o presidente do Conselho Europeu (que reúne os chefes de Estado dos países membros para definir a agenda política da UE), Donald Tusk, disse que não é hora de "reações histéricas".

Em uma primeira declaração após conhecer o resultado do plebiscito britânico, Tusk afirmou que os outros membros do bloco estão "determinados a manter a unidade" e veem a UE como "o marco de um futuro comum".
'Preço alto'

Os governantes do bloco se reunirão sem o Reino Unido às margens da cúpula do Conselho Europeu que será realizada em Bruxelas na semana que vem.

"Vou propor que iniciemos uma reflexão mais ampla sobre o futuro de nossa União", antecipou Tusk.

A ideia é responder aos motivos que fizeram a rejeição à UE chegar ao máximo histórico de 47% no início de junho e que alimentam os argumentos dos partidos populistas-nacionalistas.

Mas, por trás das aparências, a mobilização para evitar um 'efeito dominó' é grande e contempla retaliações ao sócio dissidente.

Segundo um diplomata, os ministros de Relações Exteriores dos seis países fundadores da UE - França, Alemanha, Holanda, Bélgica, Itália e Luxemburgo - se reunirão no sábado, em Berlim, para analisar as consequências políticas da saída britânica.

O presidente do Parlamento Europeu (PE), o socialista alemão Martin Schulz, defende que o Reino Unido pague um "preço alto" por sua decisão, como maneira de desencorajar consultas similares em outros países. BBC

Em decisão histórica, Reino Unido decide sair da União Europeia

O Reino Unido optou por deixar a União Europeia (UE) em plebiscito realizado nesta quinta-feira (22). Com 52% dos votos, os britânicos votaram pelo 'brexit', a saída do bloco, contra 48% para a permanência na UE.

Faltando a apuração de apenas 12 das 382 zonas que compõem o mapa eleitoral, a saída já vencia com vantagem superior a 1 milhão de votos - mais de 16 milhões de pessoas favoráveis ao 'brexit'.

Após sua entrada na UE em 1973, quando então o bloco era conhecido como Comunidade Econômica Europeia (UEE), o Reino Unido decidiu romper os laços com Bruxelas, com repercussões para toda a Europa.

O líder do Partido pela Independência do Reino Unido (UKIP), Nigel Farage, qualificou a data de hoje como "o dia da independência", e afirmou que se trata do triunfo de gente "decente" que se enfrentou grandes corporações e os bancos, que pediam a permanência britânica na UE. O político afirmou que o povo britânico conseguiu se livrar da UE sem "disparar nenhuma bala".

Renúncia - Segundo os analistas políticos, a situação do primeiro-ministro britânico, David Cameron, pode ficar insustentável após convocar o referendo e pedir que a população que apoiasse a permanência do país no bloco europeu. Ao prometer a consulta popular caso vencesse as eleições gerais de 2015, o líder do Partido Conservador colocou seu próprio cargo para voto.

A pressão separatista e a insistência por um referendo permeiam a relação do Reino Unido com UE desde a década de 90. O ponto máximo das tensões se deu quando as crises econômica e migratória atingiram o continente nos últimos anos. Cameron, que buscava uma reeleição em 2015, tentava pacificar o Partido Conservador - dividido entre permanência e saída - e encontrou na promessa de um referendo sua maior chance de sucesso. "É o momento de o povo britânico ter voz sobre o assunto", confirmou no ano passado, sem esperar que a possibilidade de uma derrota fosse tão real.

O avanço do "brexit" gerou nervosismo nos mercados internacionais om uma forte queda na libra, mais de 8% em relação ao dólar. EFE

Juá Garden Shopping inaugura mais uma loja neste sábado

Neste sábado (25), às18h, acontece a inauguração da loja Fatto a Mano, no Juá Garden Shopping. A empresa é especializada em moda masculina e têm coleções que contam com camisas, polos, camisetas, ternos, calças, jeans, blazers, sapatos e uma linha completa de acessórios. Apesar da marca ser voltada para os homens, o público feminino também terá à disposição roupas elegantes e adequadas para o trabalho.

A obra de instalação da loja foi executada por empresas das cidades de Juazeiro-BA e Petrolina-PE, com o objetivo de gerar renda ao mercado da própria região. Além disso, quatro vagas de empregos diretos foram criadas e já estão preenchidas, Um dos sócios da loja, Ivanildo Lima, destacou a importância da presença da marca na região. De acordo com ele, a Fatto a Mano chega para ser uma ótima opção para quem deseja modernidade e estilo na maneira de vestir.

“A Fatto a Mano é uma grife que tem como especialidade oferecer serviços de alfaiataria para homens que buscam elegância e estilo. A marca tem mais de 30 anos no mercado e agora traz para a região um conceito diferente de moda, aliando tradição e modernidade. É importante também destacarmos, que além de blazers, a loja também oferece coleções casuais elaboradas com originalidade e destaque”, afirmou Ivanildo.

Fundada em 1987 por uma família italiana, a Fatto a Mano iniciou suas operações em São Paulo, oferecendo camisas e gravatas com corte e tecidos que imprimiam o DNA da alfaiataria europeia. A qualidade e distinção da marca conquistaram o público, possibilitando a diversificação na coleção de produtos, abrindo caminhos para abertura de novas lojas. Atualmente a marcapossui 100 franquias pelo Brasil.

Segundo o Supervisor Comercial e representante da marca Fatto a Mano, Edson Porá, a instalação da franquia no Juá Garden Shopping foi uma decisão bem sucedida dos sócios e teve o total apoio da franquia "Marcus Vinicius Lima e Ivanildo Lima nos procuraram com um projeto maravilhoso de trazer nossa franquia para Juazeiro, uma cidade com muito potencial, com arredores de crescimento, e nos apresentaram o Juá Garden Shopping. Ao chegar aqui ficamos muito felizes, pois temosa certeza do sucesso da marca na região.

O nome da empresa é de origem italiana e significa “feito à mão”, tendo inspiração na alfaiataria, que acredita que a elegância masculina está nos pequenos detalhes. Detalhes estes como nas barras da calça, nas mangas dos ternos, onde os caseados dos botões são verdadeiros e feitos à mão, além de uma moldura com excelência em todas as partes que compõem um terno. Ascom
quinta-feira, 23 de junho de 2016

Preso hoje, Paulo Bernardo, ex-ministro de Dilma e Lula, teria recebido R$ 7 milhões

O ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo teve, segundo o Ministério Público Federal (MPF) e a Polícia Federal (PF), despesas pessoais e de campanhas eleitorais pagas pelo esquema de corrupção investigado pela Operação Custo Brasil, deflagrada hoje (23). As investigações apontam que um escritório de advocacia ligado ao ex-ministro recebeu cerca de R$ 7 milhões. Desse total, a estimativa é que 80% do dinheiro custearam gastos do ex-ministro.

O MPF e a PF avaliam que foram desviados mais de R$ 100 milhões do sistema de gestão de crédito consignado do Ministério do Planejamento entre 2010 e 2015. De acordo com as investigações, agentes públicos e políticos recebiam pagamentos ilegais a partir do contrato feito com a empresa Consist, responsável por gerir o crédito consignado – empréstimos com desconto em folha – para servidores públicos federais. A cada empréstimo consignado firmado, deveriam ser cobrados R$ 0,30 para custear os serviços da empresa, mas as investigações mostraram que estavam sendo cobrados cerca de R$ 1 de cada contrato. O inquérito aponta que desse montante, 70% eram desviados para empresas de fachada.

Paulo Bernardo

A partir dos contratos falsos, os recursos chegavam aos destinatários finais, entre eles o ex-ministro Paulo Bernardo, preso na manhã de hoje. “O dinheiro sempre saia da Consist, a empresa envolvida, era repassado aos parceiros, que eram esses operadores da lavagem de dinheiro, que eram empresas, em muitos casos de fachada. Não havia prestação de serviço. Em muitos casos, simulava-se prestação de serviços. Esse dinheiro chegava aos parceiros e era, então, distribuído para os destinatários finais. Na ponta da cadeia sempre estavam esses agentes políticos e públicos”, disse o procurador Andrey Borges de Mendonça.

Segundo o procurador Andrey Borges de Mendonça, o ex-ministro não só se beneficiou dos recursos vindos dos desvios como foi fundamental para a criação do esquema. "Paulo Bernardo era ministro do Planejamento à época que foi iniciado o esquema criminoso. Foi ele quem indicou pessoas estratégicas para que o esquema se iniciasse, de primeiro e segundo escalão. Para que esse esquema pudesse não só ser instaurado, mas mantido pelos cinco anos”, ressaltou.

Inicialmente, Bernardo era, de acordo com Mendonça, destinatário de aproximadamente 9,5% do dinheiro repassado às empresas de fachada. Depois, com a saída dele do Ministério do Planejamento, o percentual recebido pelo ex-ministro caiu para 4,6% e chegou a 2,3% nos últimos meses em que as fraudes foram feitas.

PT


A Operação Custo Brasil foi desencadeada hoje a partir da delação premiada do ex-vereador em Americana (SP) Alexandre Romano. Segundo as investigações, Romano tinha um grupo de empresas em seu nome e de parentes próximos, que eram usadas para ocultar a origem do dinheiro desviado do contrato com a Consist e fazer pagamentos em benefício do PT. Em contrapartida, o ex-vereador ficaria com cerca de 20% dos valores movimentados pelas empresas de fachada.

Valter Correia da Silva

Entre os 11 presos na operação de hoje está o secretário municipal de Gestão da prefeitura de São Paulo, Valter Correia da Silva. De acordo com Mendonça, ele atuou para que os desvios continuassem a ocorrer e recebeu um percentual dos recursos ilícitos. “O secretário de gestão de São Paulo possuía um cargo em uma das secretarias no ministério responsável pela renovação dos acordos de cooperação técnica. Ou seja, Valter era a pessoa responsável por manter o esquema em vigor”, afirmou o procurador.

Correia ocupou o cargo de secretário de Gestão do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão de 2005 a 2007. De fevereiro de 2011 a novembro de 2012, ele ocupou a secretaria-executiva adjunta do ministério. E entre novembro de 2012 e fevereiro de 2015, chefiou a assessoria Especial para Modernização da Gestão da pasta. Em março de 2015, foi convidado para trabalhar com o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.

Pernambuco

Uma empresa de Pernambuco recebeu aproximadamente R$ 30 milhões oriundos do esquema para, segundo Mendonça, auxiliar aliados políticos do governo do PT. “Esse valor era destinado para que a engrenagem política se mantivesse. A investigação ainda está em andamento para identificar todos os reais destinatários desses valores.” disse. AgenciaBrasil

Ex-jogador do Botafogo é preso acusado de estuprar quatro menores

Nesta quinta-feira, a Polícia Civil prendeu o atacante Jobson, ex-Botafogo. Após determinação da Justiça de Conceição do Araguaia, no Sudeste do Pará, o jogador foi preso em sua chácara, localizada na cidade de Couto Magalhães, no Tocantins. O atleta é suspeito de estuprar quatro adolescentes.

De acordo com a nota divulgada pela Polícia Civil do Pará, o inquérito policial foi instaurado há uma semana, depois que uma das vítimas, de 13 anos, denunciou que fotos pornográficas suas estavam sendo divulgadas em grupos de rede social. Ainda, segundo as denúncias, o jogador teria aliciado as adolescentes para levá-las para sua chácara e, em seguida, teria cometido o abuso.

- Ele aliciava as garotas para fazer festas com bebidas e drogas e as levava para sua chácara ou para outros lugares. A vítima relatou que, durante a farra regada a álcool e drogas, acabou desmaiando e, dessa forma, o jogador e outros que estavam com ele se aproveitaram para fazer as fotos que foram compartilhadas nos grupos de rede social - explicou o delegado Rodrigo da Motta, em nota da Polícia Civil.

Segundo o delegado, a vítima chegou a telefonar para o jogador para dizer que iria denunciá-lo, mas Jobson teria respondido com ameaças. Após o depoimento da adolescente, a equipe da Polícia Civil encontrou outras vítimas. Msn

Por que 93 pessoas morreram em dois dias na Índia por causa de raios?

Pelo menos 93 pessoas morreram e mais de 20 ficaram feridas por raios no norte da Índia desde a terça-feira. A maioria das pessoas que morreram estava trabalhando em fazendas durante chuvas torrenciais nos estados de Bihar, Jharkhand, Uttar Pradesh e Madhya Pradesh.

Todos os anos, desde 2005, pelo menos 2 mil vítimas morrem por causa de raios no país, de acordo com o Serviço Nacional de Registros Criminais. Mas o que explica o grande número de incidentes?

Os relâmpagos são comuns na Índia entre junho e setembro, período de chuvas torrenciais de monções - quando o país recebe 80% de sua precipitação anual. Apesar da grande incidência de tempestades, faltam avisos sobre a ocorrência e os perigos da exposição aos raios.

Em países onde há mais alertas, como nos Estados Unidos, há 30 mortes por ano. No Brasil, a quantidade é maior: são, em média, 111 mortes anualmente, segundo estudo do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais.

Além da falta de advertências, outros dois fatores colaboram para o número de casos: o fato de que a maioria da população trabalha a céu aberto e a grande extensão das tempestades de relâmpagos, que se alastram por quilômetros. 

Nos incidentes desta semana, que se concentraram no Estado de Bihar, onde 37 morreram, muitas das vítimas eram mulheres e crianças, segundo a agência de notícias AFP.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, disse que estava "profundamente angustiado" com as mortes.

Um dos feridos no Estado de Rohtas contou a sua experiência a jornalistas: "Quando começou a chover, imediatamente procuramos abrigo. Ele [o relâmpago] nos atingiu lá, e então ficamos inconscientes."

"Não conseguimos entender o que tinha acontecido. Quando recuperei a consciência, percebi que tinha sido atingido por alguma coisa."

Dicas de segurança durante tempestade com relâmpagos

- Procure abrigo dentro de um edifício ou carro

- Evite espaços abertos e colinas expostas

- Se não tiver nenhuma outra alternativa, procure se tornar o menor alvo possível, agachando-se com os pés juntos, mãos nos joelhos e cabeça dobrada

- Não busque abrigo debaixo de árvores altas ou isoladas

- Se estiver na água, nade imediatamente para a borda

Fonte: Sociedade Real para a Prevenção de Acidentes do Reino Unido/BBC

Palavras para Isabel Cristina, dos que fazem a UPE Petrolina

“Qual o valor de uma vida? Essa pergunta é feita no início do filme “Antes de Partir” (Estados Unidos, 2007). Nele, Jack Nicholson e Morgan Freeman representam dois homens em estágio avançado de câncer. Eles fazem várias aventuras juntos, a partir de uma lista elaborada, antes de “partirem”. Nesse filme é dito que o valor de uma vida é determinado pelo que os outros dirão a respeito dela. A vida de Isabel Cristina, com certeza, valeu muito porque falaremos, sempre, bem dessa professora, vereadora, militante, vice-prefeita e deputada estadual. Uma guerreira que acreditava em utopias e fazia delas o sal da terra, o alimento da alma, o princípio e o fim de suas lutas.

A utopia passou a fazer parte dos debates políticos a partir do livro homônimo de Thomas More, escrito em 1516. Essa obra descreve uma sociedade que, apesar dos conflitos, era ideal/perfeita nos aspectos políticos e sociais. Na contemporaneidade, percebemos a luta da sociedade líquida de Bauman pela desconstrução das ideologias e das utopias. É como se fosse retrocesso (para alguns até crime) acreditar em utopias hoje em dia. Isabel Cristina enfrentou essa luta e sempre fez do pensamento utópico a inspiração cotidiana para conseguir melhorar a vida de centenas de pessoas.

Algumas pessoas acreditam nas “utopias sazonais”. Para elas, a utopia é um ser que mora nas montanhas e aparece apenas em épocas festivas. No natal, por exemplo, desce e vem sentar-se conosco à nossa mesa, come do nosso pão e bebe do nosso vinho. Contaminados com a sua presença, desejamos paz na terra, saúde aos amigos, felicidade aos irmãos. Quando ela vai embora e esse período passa, voltamos à mesquinharia de antes. Isabel Cristina não acreditava nesse tipo de idealização deslumbrada e embasbacada da vida porque a verdadeira utopia, aquela capaz de transformar vidas de fato, fazia parte do seu cotidiano. Ela dormia, acordava, almoçava e jantava utopia.

O valor de uma vida, então, depende do uso que fazemos dela para ajudar os outros. Assim, a vida de Isabel Cristina foi de muito valor. As ações dela, o gesto humano, a solidariedade e o companheirismo eternizarão Cristina na história de Petrolina e no nosso coração. Gente assim não morre.

Cristina, foi uma honra termos convivido com você.

Homenagem dos professores, funcionários e alunos da UPE Campus Petrolina.

Irmão Francisco, Vice-prefeito de Juazeiro, lamenta morte de Isabel Cristina

É com profunda emoção que externamos os nossos sentimentos pela perda precoce da companheira do PT, a ex-deputada Cristina, em nossa cidade co-irma Petrolina.

Cristina deixa um legado de luta por uma sociedade mais justa, fraterna e mais democrática. Desde os tempos mais remotos, enfrentou a tirania, a oligarquia com determinação e persistência, sempre orientada pelos ideais da igualdade e da crença nos oprimidos. Fez uma opção política e foi fiel a esta opção, como militante social, professora, vereadora, vice-prefeita e deputada estadual.

Sua presença neste momento histórico era essencial para enfrentarmos aqueles que querem desconstruir a democracia e as conquistas sociais no nosso país, mas aprouve a Deus permitir a sua partida.

Nossos sentimentos de pesar à sua família, aos companheiros e companheiras de luta do PT em Pernambuco e, especial, em Petrolina e a todos que sentirão a sua falta.

Que Deus nos conforte.

FRANCISCO OLIVEIRA
Vice-prefeito de Juazeiro – PT

Empresário foragido chegou sozinho e se trancou no quarto, dizem funcionários de motel

Funcionários do motel Tititi, em Olinda (PE), onde foi encontrado morto o empresário Paulo César de Barros Morato, foragido da Operação Turbulência, relataram não ter escutado nenhum disparo de arma de fogo. Segundo o advogado do estabelecimento, Higinio Luis Araújo Marinsalta, Morato entrou no quarto por volta das 12 horas de terça-feira, trancou-se no quarto e não solicitou nenhum serviço.

Morato é apontado por investigadores como um dos testas de ferro do esquema de lavagem de dinheiro que abasteceu campanhas políticas e foi usado na compra do jatinho Cessna PR-AFA, cuja queda, em 2014, matou o então candidato a presidente Eduardo Campos (PSB), ex-governador de Pernambuco.

Segundo Marinsalta, os funcionários do motel tentaram entrar em contato com Morato ao meio-dia desta quarta-feira, horário em que a diária deveria ser renovada. "Ele não tinha feito nenhum pedido, nem avisado se iria ou não renovar a diária. Os funcionários então telefonaram, mas ele não atendeu. Depois, bateram na porta do quarto e não houve resposta", contou o advogado. Os funcionários aguardaram ainda mais um pouco e à tarde resolveram abrir a porta, quando então encontraram o hóspede morto.

O motel está interditado para que sejam realizados exames complementares de perícia. O quarto ocupado por Morato foi isolado. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil. A delegada Gleide Ângelo e os peritos se recusaram a dar informações sobre as investigações. Eles retiraram do quarto travesseiros, um chip de celular, uma carteira e outros objetos pessoais de Morato.

A polícia também solicitou imagens do circuito interno. Conforme o advogado, Morato aparece sozinho nas imagens. A Polícia Federal acompanha a perícia no local. Veja

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana