Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
domingo, 10 de junho de 2012

Há 10 anos, morria o pr. José Leôncio, ex-presidente da Assembleia de Deus em Pernambuco




O dia de ontem, 8 de junho, marcou os 10 anos da morte do ex-presidente da Assembleia de Deus de Pernambuco, pastor José Leôncio da Silva. Dono de um carisma paternal e de palavras contagiantes, o pastor Leôncio passou 21 anos à frente de uma denominação que ganhava cada vez mais corpo no Estado durante os anos 70 e 80.


Pr.Dário,Pr.Leoncio e Pr.Almeida
Foi no seu período que a igreja se dedicou com mais profundidade à obra missionária e à expansão da igreja pelo Estado, já iniciadas na gestão do seu antecessor, pastor José Amaro da Silva. O pastor José Leôncio estava sempre acompanhado de notáveis obreiros. Deles, ainda estão vivos e trabalhando no campo os pastores Severino Alves de Almeida, antigo vice-presidente e atual gestor da AD em Carpina, e Dário Tavares de Araújo, ex-secretário que pastoreia a igreja em Jaboatão dos Guararapes, hoje.

Quando o pastor foi jubilado, em agosto de 1998, a AD de Pernambuco possuía 320 congregações e aproximadamente 120 mil membros, só na capital, além de 200 pastores em todo o Estado e 12 missionários no Exterior e no Norte do Brasil.

O Diario de Pernambuco, que era o principal jornal local na época, fez menção da morte do pastor, dando destaque ao enterro, que atraiu mais de cinco mil pessoas ao Cemitério Parque das Flores. Veja a matéria na íntegra:


Transcrição do texto:

Diario de Pernambuco, Recife, terça-feira, 11 de junho de 2002:

Evangélicos se despedem de pastor
José Leôncio da Silva presidiu Assembléia de Deus por 21 anos


Milhares de pessoas comparecem ao enterro do pastor de honra da Assembléia de Deus, José Leôncio da Silva, na manhã de ontem, no Cemitério Parque das Flores. Ele morreu aos 78 anos, dos quais 21 foram dedicados à presidência da instituição em Pernambuco. O pastor começou a apresentar, no ano passado, complicações circulatórias devido ao diabetes. Na última quarta-feira, foi internado na UTI do Hospital Jaime da Fonte, onde morreu às 23h15 do sábado, após ter sofrido uma parada respiratória e cardíaca.

O corpo foi velado na sede da Assembléia de Deus, na avenida Mario Melo, e seguiu em cortejo até o Parque das Flores, sendo conduzido por uma viatura do Corpo de Bombeiros. “José Leôncio soube conduzir com amor, integridade o seu povo, não sabia dizer um não para ninguém”, declarou o deputado Manoel Ferreira, presbítero da denominação religiosa. O culto de despedida, no velório do pastor, reuniu pessoas de quase todas as regiões do Estado. Calcula-se que cerca de cinco mil fiéis tenham comparecido.

Natural de Palmares, município da Mata Sul do Estado, José Leôncio nasceu no dia 3 de janeiro de 1924. Filho de pais pobres, ele se converteu a nova religião em abril de 1941. E antes de se dedicar integralmente aos serviços da igreja, o pastor trabalhou no Mercado São José, onde possuía um pequeno box para a venda de produtos evangélicos, como bíblicas, livros e discos. A sua consagração como pastor ocorreu em 1969, tendo oito anos depois sido eleito para presidir a Convenção da Assembléia de Deus em Pernambuco. A eleição e posse aconteceu no dia 4 de julho de 1977.

A presidência da convenção somente foi deixada por ele em outubro de 1998. Embora sem o cargo, contaram alguns amigos, o líder religioso sempre se preocupou com a caminhada da igreja. Não era para menos. A Assembléia de Deus é a denominação que mais reúne adeptos no Brasil, cerca de 8 milhões de seguidores. O primeiro missionário, o sueco Joel Carlson, vindo de Estocolmo, chegou em nosso Estado em 1918.

A-BD

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana