Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Em discurso de posse, Rui chora e promete não decepcionar baianos

O governador Rui Costa (PT) citou, em seu discurso de posse nesta quinta-feira (1º), um poema de nome desconhecido, enviado por um amigo. “Sonhe com aquilo que você quer ser, porque você possui apenas uma vida e nela só se tem uma chance de fazer aquilo que se quer”, disse o petista, em cerimônia na Assembleia Legislativa do Estado. Ele cumprimentou os presentes, agradeceu o apoio dos familiares e se emocionou ao se referir ao pai, o metalúrgico Clovis dos Santos, e a mãe, Maria Luzia Costa, que faleceu há 20 anos. “Agradeço, de forma particular, ao ex-governador Jaques Wagner, pela sua amizade ao longo de 32 anos. Agradeço pela sua importância, pela vida pública, e nessa conquista, que é de todas nós”, declarou. 

No discurso, Rui relembrou que é “filho da Liberdade” e nasceu “na encosta desse bairro negro”. “Foi assim que aprendi o significado da palavra comunidade, não tive que ir primeiro aos dicionários (...) Esses mesmos conceitos de comunidade e solidariedade se materializavam nos mutirões dos adultos aos domingos, com direito a feijoada, para bater a laje do vizinho”, afirmou o governador. Ele quebrou o protocolo e chorou ao agradecer o apoio de uma amiga da mãe, Dona Marilene, presente na cerimônia. “Todos nós, negros, pardos, baianos, queremos uma Bahia com mais oportunidades. Somos um povo só, parte de um país continental e estamos entre os estados com maior extensão territorial”, continuou. Ele elogiou Wagner “como um dos melhores governadores” do estado e disse que ele realizou uma “revolução silenciosa, democrática, feita com lápis e papel”.
 
Rui chegou a carregar a filha pequena nos braços, no meio do discurso, mas a criança teve que sair depois de mexer no microfone. “Quero conclamar todas as lideranças políticas (...) a serem sujeitos históricos na construção de uma nova Bahia. Essa é uma tarefa de múltiplas mãos”, pediu o governador. Ele convidou ainda categorias como os professores e os policiais militares baianos, que protagonizaram greves no governo Jaques Wagner, para pactos de desenvolvimento e melhorias nas áreas. “Quero convidá-los a superar as dificuldades e firmar um duradouro Pacto Pela Vida”, conclamou aos policiais. 

Rui incluiu ainda, de última hora, uma mensagem pedida por uma pessoa conhecida: “Alcançou o sucesso aquele que viveu bem, riu com frequência, amou muito e teve Deus como centro de tudo”, discursou. O governador também fez apelo aos deputados para poder contornar a dificuldade de arrecadação do estado. "Não serei um gerente; levarei a voz dos baianos e nordestinos ao plano nacional. Convoco senadores e deputados pela revisão do pacto federativo para ampliar a capacidade de arrecadação", disse. Rui diz que trabalhará com todas as forças para fazer a diferença na vida de cada baiano em sua gestão. "Podem ter certeza, não vou decepcioná-los", promete. BahiaNoticias

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana