Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Enquanto em Paris o mundo grita por liberdade de opinião, milhares são mortos proibidos de professar sua fé

Há muito mais coisa por trás das manifestações deste domingo em Paris, provocadas pelo atentado contra a revista satírica Charlie Hebdo. Além do levante a favor da liberdade da expressão, da demonstração de unidade da França e do mundo contra o terror, há outros fatores, sutilmente colocados na pauta e que agem como pano de fundo para outras manifestações contra a importância da religião.

As vozes oficiais que se ergueram, naturalmente condenaram os atos de violência e procuraram eximir de culpa a religião muçulmana, classificando os atos como isolados, mas, entidades como Al-Qaeda e Estado Islâmico demonstraram contentamento com o ocorrido, aliás os próprios envolvidos, durante os sequestros que culminaram com suas mortes, declararam em entrevista a um canal de TV francês que faziam parte destes movimentos, além das investigações policiais que comprovam que criminosos não estavam agindo sozinhos.

Toda esta movimentação embute o confronto não apenas contra a violência, mas também contra o chamado fundamentalismo religioso, e esse movimento ganha uma conotação especial quando é fácil identificar que há, digamos assim, uma "revolta" dos céticos e humanistas contra o conceito de religião, que estaria trazendo mais prejuízo do que ganho para a humanidade. Lembram-se inclusive das ações sangrentas da igreja católica na idade média, em nome da fé, colocando-se tudo como "farinha" do mesmo saco. É uma generalização equivocada, perigosa e presunçosa.

Enquanto isso, diariamente, durante todo o ano,  dezenas, centenas, milhares de cristãos são perseguidos, presos e assassinados pelo simples fato de declararem fé no evangelho de Jesus Cristo. E não se vê nenhum protesto, não se percebe nenhum chefe de estado, nenhuma ONG de direitos humanos, bradando por um basta contra a implacável crueldade exercida contra os seguidores da bíblia. Para opinião pública mundial passa despercebido. Noticia-se, mas com um certa de naturalidade, sem qualquer indignação. São apenas cristãos sendo mortos. Apenas isso.

É inadmissível qualquer tipo de violência entre os seres humanos, seja ela com que motivação seja. A prática do terrorismo é algo que fere os brios de nossa sociedade e todos precisamos mesmo exercitar a paz, com segurança, com amor. Sempre precisamos protestar e agir contra esse absurdo. 
O mundo precisa de liberdade de expressão, mas também precisa de liberdade religiosa. 

Pense nisso.

Por Francisco Evangelista

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana