Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Matriculas para o PETI estão abertas em Petrolina

A Secretaria de Cidadania de Petrolina, através da Secretaria Executiva de Proteção Social Especial abriu matriculas para o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) no município. Essa ação é articulada para promover a integração da família no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV).

As rematrículas e matrículas para o programa se estendem até o dia 20 deste mês de janeiro. Para participar do programa é necessário que o aluno tenha de 7 a 15 anos. Estão sendo oferecidas mais de 300 vagas dentro do Programa.

As matriculas podem ser feitas nos Centros de Referencia e Assistência Social (CRAS) a partir das 8h. No ato da inscrição os responsáveis devem portar cópia do RG, CPF, comprovante de residência, cartão com o Número de Identificação Social (NIS) e cópia da certidão de nascimento

Petrolina conta com nove CRAS:

  • João de Deus Rua 12 s/n-(Próximo a igreja católica);
  • Rio Corrente Rua 11 s/nº na nova Praça de Esporte e Cultura;
  • Fernando Idalino Bezerra Rua 05, Nº 70;
  • Dom Avelar Rua do Sentimento,Nº 121;
  • José e Maria Av. Principal S/Nº;
  • Izacolandia Rua da Caixa D'agua S/N;
  • Uruás Rua Principal s/n;
  • Rajada Rua Vaz Filgueira, Nº 180;
  • Projeto SNC N-7 Rua C , Nº 126.
O PETI é um Programa do Governo Federal que tem como objetivo retirar as crianças e adolescentes, de 07 a 14 anos, do trabalho considerado perigoso, penoso, insalubre ou degradante, ou seja, aquele trabalho que coloca em risco a saúde e segurança das crianças e adolescentes.

A família que for inserida no PETI recebe uma bolsa mensal por cada filho, com idade entre 07 e 14 anos, que for retirado do trabalho. Para isto, as crianças e adolescentes devem estar frequentando a escola e a jornada ampliada, ou seja, em um período as crianças e adolescentes devem ir para a escola e no outro período devem ir para jornada ampliada, onde elas terão um reforço escolar além de desenvolverem atividades esportivas, culturais, artísticas e de lazer.

A família poderá permanecer no Programa pelo prazo máximo de 04 anos, que passam a contar a partir da sua inserção em programa e projetos de geração de emprego e renda. ASCOM

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana