Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
quinta-feira, 12 de março de 2015

Lagoa Grande sedia encontro regional do Plano Municipal de Educação

Em virtude do projeto de Lei que institui o novo Plano Nacional de Educação (PNE) que será vigente para os próximos 10 anos e estabelece 20 metas a serem alcançadas pelo país até 2020. A prefeitura, através da Secretária de Educação e Cultura (Seduc), promoveu hoje (10), no Centro de Ensino Técnico Profissionalizante (CETEP), o terceiro encontro que debate o Plano Municipal de Educação.

Participaram do encontro por meio de representantes do setor educacional, 7 municípios do Sertão do São Francisco - Lagoa Grande, Afrânio, Santa Maria da Boa Vista, Dormentes, Orocó, Cabrobó e Petrolina.

O evento começou às 8h e terminou às 17h. Foi coordenado pela avaliadora educacional da União dos Dirigentes Municipais de Educação em Pernambuco – Rosa Torres, tendo como objetivo orientar e acompanhar as cidades na elaboração ou adequação dos planos municipais de educação em consonância com o Plano Nacional de Educação.

Para o Secretário de Educação – Professor Daniel Torres, o encontro celebra a união dos dirigentes em prol da educação:

“A gente recebe todos eles [os dirigentes] temos as nossas metas para cumprir em um prazo curto e, em seguida enviarmos o projeto PME [Plano Municipal de Educação], para aprovação do poder Legislativo. Mas hoje é uma data importante, pois, tiramos as dúvidas da elaboração desse plano. O prefeito Dhoni, está ciente dessa responsabilidade, agora vamos focar nossas metas: A educação infantil, infraestrutura das escolas, abertura do Ensino Superior no município e o fim do analfabetismo. Esse plano vai contemplar a nossa educação para os próximos 10 anos”. Explicou Torres.

De acordo com a gestora pedagógica da Seduc, Marineve Freire cada município tem até Junho deste ano para concluir o PNE. “Este atende determinação da lei 13.005 aprovada no congresso e sancionada pelo governo federal em 25 de junho de 2014, com isso o encontro é fundamental para nortear as ações educacionais de cada município”.

Os prefeitos têm até a primeira quinzena de junho para enviarem e tê-lo aprovado na Câmara de Vereadores e, em ato contínuo, sancionar o plano de educação nos municípios. O gestor que não atender as recomendações do Ministério da Educação (MEC) sobre a inserção dos Planos Municipais, terão verbas federais bloqueadas para a pasta da educação.

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana