Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
sábado, 7 de março de 2015

Quanto custa dar e receber um abraço?

Um abraço é um gesto de carinho, amor, afeto, amizade; pode significar também motivação, acolhimento, reconciliação e reconhecimento, como também felicitações. Pode, às vezes, significar traição ou falsidade. Um abraço também é saúde. O abraço estabelece uma ligação, um laço. É sempre bom receber um abraço. É bom para quem dá e muito mais para quem recebe. Um abraço é um simples gesto, mas quando é dado de coração vem carregado de sentimentos.

Acho que, como eu, você aprendeu a abraçar na infância. Você deve lembrar de uma queda ou uma topada que levou quando criança, e quando chorava ou gritava, seu pai, sua mãe ou um substituto pegava você nos braços e abraçava… E mesmo sentindo dor, esse gesto fazia-lhe sentir-se acolhido, e logo você parava de chorar. Presenciei um fato desse semana passada com os filhos da minha amiga Adna. Depois do culto, enquanto conversávamos no pátio do templo, os dois maiores, Letícia e João, derrubaram a menor, Laís, de maneira brusca, e o golpe na cabeça foi grande. Ela começou a chorar alto: “Mamãe, foi João!”, disse. A mãe a alçou nos braços e respondeu: “Vai passar, bebê…” E quando a abraçou e beijou, parece que a adrenalina baixou e a ocitocina (hormônio que libera a sensação de prazer) subiu. Laís logo ficou tranquila nos seus braços, e depois saiu do colo da mãe para voltar a brincar. Um abraço acolhe e fala mais que muitas palavras, pois é uma maneira de comunicação.

Qual foi a última vez que você abraçou um amigo, seus filhos, seus pais e seu cônjuge? Você pode dizer: “Eu não aprendi a abraçar, pois nunca fui abraçada”. Mas o desafio é esse: comece hoje abraçando seu próximo. Quem pode ser o seu próximo nesse momento? Talvez seja o seu amigo de trabalho, um mendigo na rua, um amigo, ou mesmo seu cônjuge. Lembre-se do ensinamento de Jesus: “Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber” (At 20.35). Não espere boas atitudes dos outros; vá e faça! Semeie boas sementes e você colherá bons frutos. Quando semeamos, não sabemos ao certo se os frutos virão, mas o fazemos porque temos fé, acreditamos tanto na qualidade da semente quanto no constante trabalho para que ela cresça – regando, adubando, protegendo… No tempo certo, colheremos. Quando a colheita chega, normalmente ela produz muito mais do que semeamos. Faça isso hoje e tenha como uma meta de vida abraçar todos os dias alguém. Creia, Deus trabalhará na sua vida, curando muitos sentimentos.

Quais os benefícios de um abraço verdadeiro? São vários, e quero nesse momento que você assista o vídeo a seguir. Tire suas conclusões, e pode deixar logo abaixo a sua pergunta sobre o abraço, que em outra postagem falaremos sobre os benefícios que ele nos traz. Por Judite Alves em Mulher e seus desafios

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana