Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
quinta-feira, 7 de maio de 2015

Campus III da UNEB: DCH realiza 1ª Jornada de Iniciação Científica

O Departamento de Ciências Humanas (DCH), da Universidade do Estado da Bahia (UNEB), em Juazeiro, realizou nos dias 28 e 29 de abril a 1ª Jornada de Iniciação Científica. O objetivo foi promover uma socialização das pesquisas que são desenvolvidas pelos estudantes na iniciação científica e nas monitorias de ensino e extensão do Departamento.

A jornada é uma iniciativa do Núcleo de Pesquisa e Extensão (Nupe) e contou com um total de 17 trabalhos inscritos apresentados em sessões científicas abertas a toda comunidade. De acordo com a coordenadora do Nupe, professora Carla Paiva, a atividade é uma oportunidade para os estudantes entenderem o que é uma jornada científica e como se inserirem em grupos de pesquisas, projetos de pesquisa e extensão do Departamento.

No primeiro dia do evento, foi realizada uma reunião entre os líderes dos grupos de pesquisa do DCH e o Gerente de Pesquisa da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PPG), professor Aníbal de Freitas Santos Júnior, também convidado para fazer parte de mesa redonda Ética e integridade científica no ensino na pesquisa e na extensão.

Durante a mesa, Aníbal Júnior falou dos conflitos de interesse no mundo da ciência e de atitudes que transgridem os valores éticos da pesquisa, a exemplo da fabricação e falsificação de dados, plágio e autoplágio e a falta de publicação e socialização dos resultados das pesquisas. “A ética é importante porque rege as nossas vidas, principalmente a profissional”, ressaltou o professor. Para a professora Carla Paiva, o diálogo sobre ética e integridade na pesquisa visa colaborar principalmente com a redução dos plágios no desenvolvimento dos trabalhos de conclusão de curso.

No segundo dia da Jornada, além das sessões científicas, foram realizadas duas oficinas, uma voltada para a criação de currículo na Plataforma Lattes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ), e outra sobre como ler, escrever e apresentar um artigo científico. A programação da Jornada foi finalizada com a mesa redonda A importância da IC no DCH III: uma breve avaliação, desafios e tendências.

Essa última mesa contou a participação da egressa do curso de jornalismo do DCH, Eneida Trindade, que descreveu sua experiência enquanto ex-bolsista de iniciação científica – “foi gratificante participar de um projeto de iniciação cientifica, pois me possibilitou um envolvimento com outros projetos na Universidade e ampliou o conteúdo apreendido na sala de aula”.

A iniciação científica (IC) é uma oportunidade para os estudantes se inserirem no campo da pesquisa, abrindo caminho para a pós-graduação. Segundo a coordenadora da Câmara de Pós-Graduação do DCH e membro do Comitê Científico da UNEB, Edonilce Barros, em 2014, apenas quatro projetos de IC foram aprovados pelo DCH. “A IC é importante para a formação acadêmica dos alunos. Os professores precisam estar atentos aos editais, inscrever projetos de IC e fomentar o desejo dos alunos em participar da pesquisa”, concluiu Edonilce. ASCOM

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana