Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
domingo, 25 de outubro de 2015

Organizadores avaliam SemiáridoShow como “o maior evento da agricultura familiar do Brasil”

Arte, cultura popular, sabores e saberes presentes diariamente na vida dos/das cerca de 20 mil visitantes da maior Feira da Agricultura Familiar do Nordeste retrataram, durante quatro dias de evento, um modo de vida viável no Semiárido brasileiro. Com uma programação de aproximadamente 200 atividades que evidenciaram as potencialidades da região e reafirmou a necessidade de políticas públicas voltadas para a Convivência com o Semiárido, a Feira SemiáridoShow 2015, realizada pela Embrapa em parceria com o Irpaa encerrou nesta sexta-feira (23) com um saldo muito positivo.

O público-alvo do evento são “os atores que fazem, vivem e constroem no Semiárido. Então, nós temos aqui uma representação muito expressiva dos agricultores do Nordeste”, afirma Waldir Stumpf, diretor executivo de transferência de tecnologia da Embrapa. Além destes, pesquisadores/as, estudantes, representantes de organizações populares, universidades e escolas, órgãos de governos, inclusive federal, e até de organizações internacionais participaram de cerca de 50 minicursos, vários seminários, palestras, oficinas. Além disso, a visitação à área de campo e à Vila da Economia Solidária envolveu o tempo de quem esteve na sexta edição da Feira.

Toda essa diversidade de cultura e conhecimento é o que torna o evento um espaço atraente, afirma André Santos, estudante de curso técnico de agropecuária. Essa é a segunda edição do SemiáridoShow que o estudante visita, ele pontua o seminário de políticas públicas para comunidades quilombolas como espaço de debate importante dentro da programação de um evento desse porte. “A maioria da nossa comunidade é descendente de negro e pouco discutimos essa temática”, afirma André. Já para a universitária Adriana Silva, de Serra Talhada (PE), o evento contribui para associar o conhecimento teórico e prático: “esse espaço possibilita nosso contato com o agricultor, além de nos ajudarmos a compreender a evolução da agricultura familiar”, pontua a estudantes do curso de Agronomia.

Este formato avaliado pelos/as participantes “conserva a ideia de uma Feira tecnológica, mas evolui para ser um grande espaço de diálogo da pesquisa, das instituições de ciência e tecnologias com a organização da sociedade civil com os agricultores, especialmente agricultores familiares que é o público nosso” diz Pedro Gama, Chefe Geral da Embrapa Semiárido, em relação a consolidação do Semiárido Show como um ambiente que busca aproximar as pesquisas da necessidades existente no campo. O agricultor José Vieira, da comunidade Lagos dos Negros, em Campo Formoso (BA), diz que vai levar “muito conhecimento daqui, agora que tô recebendo uma cisterna, vou poder plantar minha verdura, coentro, essas coisas miúdas pra vender e melhorar minha alimentação e ainda economizar água como foi dito aqui”.

Além da troca de conhecimentos, os/as expositores/as da Vila da Economia Solidária conseguiram escoar a maioria de seus produtos. Patrícia Alves, de Piranhas (AL), trouxe 12 caixas de mel e pimenta em conserva e está retornando para sua comunidade com poucas unidades dos produtos. “A Feira possibilita que mais pessoas conheçam nosso produto e ainda fortalece e divulga a nossa Cooperativa”, diz a jovem que faz parte da Cooperativa de Produtores de Mel e Insumo da Agricultura Familiar.

Ana Júlia foi uma das pessoas que contribuiu para movimentar a Vila da Economia Solidária: “aqui encontramos muitas coisas bonitas, não compramos apenas uma bijuteria, alimento, roupa e sim uma história de luta, resistência e muita coragem”, afirma a visitante da SemiáridoShow. “Um evento com essa influência na perspectiva da política pública, tanto do aspecto da Assessoria Técnica Rural, do crédito, do Acesso e Garantia da Terra, da Democratização da Água, não tenho nenhuma dúvida que influencia na construção e na efetivação de políticas públicas que possam melhorar a vida dessa região semiárida, tão importante para o Brasil”, afirma Cícero Félix, coordenador do Irpaa.

Cícero Félix ainda afirma que o SemiáridoShow pode ser considerado “o maior evento da agricultura familiar do Brasil”, inclusive evidenciando que o Nordeste é a região que mais tem agricultores e agricultoras familiares. A Feira SemiáridoShow, resultado de uma parceria entre a Embrapa e o Irpaa, teve início na última terça-feira (20) e acontece a cada dois anos na Unidade da Embrapa Produtos e Mercados, em Petrolina (PE). ASCOM

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana