Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
domingo, 17 de janeiro de 2016

Filho encontra mãe morta dentro de casa no bairro Terra do Sul em Petrolina

Um homem de 31 anos foi surpreendido na madrugada deste domingo (17), quando chegou em casa e encontrou a mãe, uma senhora de 52 anos, morta. O crime aconteceu na residência da família, na Rua 07 do bairro Terras do Sul, Zona Leste de Petrolina. A vítima tinha uma perfuração no pescoço.

Em depoimento a polícia, o homem disse que quando chegou em casa, por volta das 1h30 na madrugada, encontrou a mãe morta em cima da cama. Mas, a Central de Operações do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM), só foi acionada para atender a chamada às 04h48.

“Em vez de chamar a polícia, ele primeiro foi atrás de parentes, mas logo em seguida retornou a residência”, disse o delegado da 26ª Delegacia Seccional de Petrolina, Marceone Ferreira, sobre a demora em relação a hora que o corpo foi encontrado pelo filho e o horário em que foi feita a ligação para o número 190.

A polícia disse ainda que ao chegar ao local encontrou a mulher sem roupas, deitada na cama e já sem os sinais vitais. A área foi isolada e o Instituto de Criminalística (IC), acionado. Ao realizar a perícia foi confirmado que a vítima morreu em decorrência de uma perfuração no pescoço, causada por um objeto perfuro cortante, que não foi encontrado. Ainda de acordo com a perícia, não havia sinais de violência sexual.

Após a remoção do corpo para o Instituto de Medicina Legal (IML), o filho da vítima foi conduzido até a 1ª Delegacia de Polícia Civil, no bairro Ouro Preto, Zona Oeste de Petrolina, para prestar esclarecimentos, por ter sido a primeira pessoa a encontrar a mãe. Na manhã deste domingo (17), o delegado Marceone disse que ele foi ouvido e liberado.

“A equipe está na rua atrás do suspeito, tentando localizar. Se ele não for encontrado, vai ser pedido a prisão preventiva dele” destacou o delegado da 26ª Delegacia Seccional de Petrolina, Marceone Ferreira. Questionado se o filho poderia ser suspeito do crime, devido as contradições quando interrogado pelo efetivo policial, Ferreira disse que tendia para ser outra pessoa o autor do homicídio. Taisa Alencar do G1 Petrolina

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana