Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
sexta-feira, 4 de março de 2016

'Não vou baixar a cabeça', diz Lula sobre nova fase da Lava Jato

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na tarde desta sexta-feira que "não vai baixar a cabeça" diante da deflagração da 24ª fase da operação Lava Jato, que investiga supostos favores fornecidos a ele pelas empreiteiras ligadas ao esquema de corrupção da Petrobras. "A partir da semana que vem, PT, CUT, PCdoB podem me convidar, que estarei disposto para andar esse país."

Em discurso no Diretório do PT no centro de São Paulo, Lula afirmou que a operação está usando "pirotecnia" e se disse "indignado" por terem chegado às seis horas da manhã em sua casa e pelo incômodo a sua família.

"O que vale mais é o show midiático do que a apuração séria feita pela Justiça. Se o juiz (Sergio) Moro quisesse um depoimento, era só pedir. Jamais recusaria prestar um depoimento."

Em sua fala, Lula considerou "lamentável que uma parcela do Poder Judiciário brasileiro esteja trabalhando em associação com a imprensa". Segundo o ex-presidente, antes de investigar, a Justiça está "determinando" quem é criminoso.

Ainda na entrevista coletiva, Lula falou a Marisa Letícia, a seus filhos e seus colegas do Instituto Lula e do PT.

"Quero só pedir desculpa porque, hoje nesse país, ser amigo do Lula virou uma coisa criminosa. É preciso eliminar o PT, eliminar o Lula, porque esses caras podem querer continuar no poder."

Lula diz que as acusações contra ele são fruto do incômodo das classes mais altas pelas políticas sociais que promoveu no país.

"Ter acesso a universidade, emprego, ao mínimo para comer, isso incomodou muita gente e tem que destruir esse avanço dos (que vêm) debaixo."

Para Lula, as buscas nas casas de seus filhos não se justificam. "Não há nenhuma explicação de por que foram atrás dos meus filhos. A não ser o fato de eles serem meus filhos."

Sobre as palestras, o petista afirmou que se transformou no "conferencista mais caro do mundo junto com o Bill Clinton". E não tinha "complexo de vira-lata" para cobrar caro. "As pessoas estranham que eu cobrava US$ 200 mil, mas não estranham que o Clinton cobrou 1 milhão para vir aqui falar com a CNI."

A isso se somam os casos do sítio de Atibaia (SP) e do tríplex em Guarujá, cuja propriedade é investigada. Os promotores suspeitam que a OAS tenha reservado o imóvel no litoral para o ex-presidente e sua família, e que Lula seja dono do tríplex - o que o ex-presidente nega. Sobre o sítio, evidências apontam que a Odebrecht teria pago material para a construção do local.

Ele disse que o país está sendo "vítima do espetáculo midiático", que trata um barco de R$ 4 mil como corrupção ou um pedalinho de R$ 2 mil "que a Marisa comprou para os netos".

"Eu não posso usar a chácara porque é crime", ironizou. BBC

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana