Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
domingo, 6 de março de 2016

Opinião: A serviço dos filhos de Fernando

O Deputado Gonzaga Patriota passou 30 anos fazendo duras críticas ao grupo do senador Fernando Bezerra.

Nas eleições municipais de 2004, Gonzaga foi derrotado por Fernando Bezerra. À época, Fernando contou com o silêncio do PSB, uma vez que o então líder maior e aliado histórico de Gonzaga, Miguel Arraes, não colocou os pés em Petrolina, permitindo que, nos últimos segundos do segundo tempo, Fernando Bezerra, então no PPS, arrancasse a vitória do então favorito Gonzaga Patriota, que fez uma belíssima campanha com o tema: “Abra os braços para a mudança”.

Em 2008, após vencer a convenção interna do PSB, Gonzaga parecia ter tirado Fernando do seu caminho e já encomendava o paletó da posse quando, o estreante e a época desconhecido, o médico Julio Lossio, com as bênçãos ocultas do grupo de Fernando, inflige uma derrota graúda a Gonzaga Patriota.

Em 2012, Gonzaga surpreende a todos e indica o seu próprio filho, Gennedy Patriota, para figurar como vice do filho de Fernando Bezerra, deputado Fernando Filho, que era o candidato a prefeito.

Parecia inacreditável que Gonzaga ficaria de joelhos para o seu maior algoz. Mas o fato é que muitos lembraram um ditado popular que diz: "O que dinheiro e peia não resolver, é porque foi pouco.".

Quanto à peia, não há dúvidas de que Gonzaga levou muitas de Fernando Bezerra. Se também foi dinheiro? Só os dois podem responder.
 
Após tantas derrotas, Gonzaga parece ter perdido as condições favoráveis dentro do PSB para a disputa majoritária em Petrolina e, agora, anuncia que estaria rompido novamente com Fernando. Mas, será?

Vejamos o que dizem os fatos:

Depois de muita disputa, o PMDB e o PSB selaram uma aliança em Pernambuco, que culminou com eleição de Paulo Câmara e Raul Henry, Governador e vice Governador, respectivamente.

O Prefeito Julio Lossio, do PMDB, nas eleições de 2014, fez uma aproximação política com o PSB apoiando e ajudando a eleger o Deputado Estadual Lucas Ramos.

O prefeito sinalizou para a cúpula do PSB, liderado pelo Governador Paulo Câmara, que uma eventual candidatura de Lucas Ramos a prefeito pelo PSB poderia reeditar a aliança estadual em Petrolina.

Aí, saindo do seu silêncio quase sepulcral, aparece Gonzaga Patriota afirmando que dará o seu apoio a Lucas Ramos para a candidatura a prefeito, mas apenas com a condição de que não esteja com Julio Lossio no palanque.

Mas, o que teria Gonzaga de tão grave contra o prefeito Lossio a ponto de rejeitar o seu apoio?

É o mesmo Gonzaga que aceitou o apoio do então ultraconservador Inocêncio Oliveira à chapa de Eduardo Campos sem restrição alguma.

Gonzaga que viu Geraldo Coelho votar em Fernando para Senador e não fez nenhuma restrição.

Agora, Gonzaga tenta colocar uma pedra no caminho de uma possível aliança entre Julio e Lucas, a qual poderia dar musculatura a uma candidatura verdadeiramente competitiva contra o grupo do Senador Fernando Bezerra.

Assim, fica claro que esta providencial aproximação de Gonzaga com Lucas está sendo usada, não para somar, mas tão somente para subtrair as forças da jovem revelação da política local, que tanto tem incomodado o projeto familiar dos filhos de Fernando.
Estaria Gonzaga, subserviente, a serviço dos filhos de Fernando? O tempo o dirá!
E como diz o ditado: "Dinheiro e peia quando não resolve é porque foi pouco.".

Por Cauby Fernandes

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana