Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
domingo, 17 de abril de 2016

STF nega três pedidos que tentavam barrar votação do impeachment

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), barrou neste domingo, 17, ao menos três questionamentos que podiam suspender a votação do impeachment na Câmara que acontece hoje ou anular o resultado. Além de rejeitar o mandado de segurança proposto pelo deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) que tentava juntar o pedido de impeachment do vice-presidente da República, Michel Temer, ao processo de impedimento de Dilma, Marco Aurélio rejeitou também um pedido do PDT que tentava fazer o processo voltar à estaca zero e um habeas corpus proposto por um cidadão a favor da presidente.

Após o julgamento da última quinta-feira, quando o plenário do STF rejeitou cinco pedidos de parlamentares governistas e da própria Advocacia-Geral da União, os ministros do STF vêm rejeitando monocraticamente todas as solicitações que questionavam o processo de impeachment. Apesar de o presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, ter afirmado que a Corte "não fecha as portas" para outras análises sobre o tema, os ministros deram indicativo de que não pretendem interferir no processo político sobre o afastamento de Dilma.

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana