Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
quarta-feira, 22 de junho de 2016

Deputados lamentam a morte da ex-deputada Isabel Cristina

Primeira mulher eleita pelo Sertão para ocupar uma das cadeiras da Assembleia Legislativa de Pernambuco, a ex-deputada Isabel Cristina faleceu na manhã desta quarta(22), em Petrolina, no Sertão do São Francisco, aos 62 anos. Ela enfrentava tratamento contra um câncer de mama há oito anos, mas não resistiu a uma parada cardíaca após ser submetida a duas cirurgias na cabeça, na última semana. A ex-parlamentar exerceu o mandato em duas legislaturas, entre os anos de 2007 e 2013, e também no mês de janeiro de 2015. A Reunião Plenária desta quarta foi iniciada com um minuto de silêncio, pedido pelo vice-presidente da Mesa Diretora, deputado Augusto César (PTB).

Isabel Cristina de Oliveira era engenheira agrônoma e professora de Física aposentada. Ela nasceu na cidade de Sorocaba (SP), mas fez sua carreira como professora em Petrolina, trabalhando também na rede privada e na Universidade de Pernambuco (UPE). Ela foi uma das fundadoras do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintepe) e contribuiu no movimento sindical para a construção da Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Além de deputada estadual, Isabel Cristina foi vereadora em Petrolina por dois mandatos (1993-2000), depois foi vice-prefeita da mesma cidade, entre 2001 e 2003, quando coordenou a implantação do Orçamento Participativo no município. Ela também exerceu o cargo de superintendente da Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf) entre 2003 e 2006. Sua última participação em campanha política foi em 2014, como candidata a primeira suplente do Senado, junto com o candidato do PT ao cargo, João Paulo.

Na Assembleia, a ex-deputada foi presidente da Comissão de Saúde da Alepe e integrante da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher. Nas palavras dela, quando assumiu seu primeiro mandato em 2007, sua atuação “sempre teve como bandeira defender os interesses das lutas sociais e movimentos populares, de modo a transformar a atividade parlamentar em instrumento de construção da cidadania”.

Na Reunião Plenária desta quarta, vários deputados lamentaram a perda de Isabel Cristina. O presidente da Alepe, Guilherme Uchoa (PDT), registrou que “Isabel Cristina sempre foi uma pessoa coerente, que se manteve no mesmo partido e deixou bons amigos nesta Casa”. Uchoa destacou que ela “enfrentou o câncer de mama que a vitimou durante o exercício de seu mandato, lutando não só pela saúde, mas também pelo projeto político que defendia”.

A principal homenagem a Isabel Cristina no Plenário veio de sua companheira de partido, Teresa Leitão (PT). “Os meus melhores anos como deputada foram junto de Isabel Cristina. Fomos fundadoras do Sintepe, e sempre trabalhei para que fosse eleita comigo, pois ela foi a companheira com quem mais me identifiquei nesta Casa”, registrou a parlamentar.

“Foi uma perda irreparável para o PT. Sua ausência deixará um vácuo, mesmo com as lideranças que ela, com generosidade e compromisso, ajudou a formar. Isabel nunca deixou seu bom humor sucumbir à doença e sempre foi uma pessoa leve e otimista, que deixará muita saudade”, rememorou Teresa.

Outros deputados também manifestaram seu pesar. “Não tive o prazer de conhecê-la pessoalmente, mas conheci seu legado e seu trabalho de ativista politica. A ex-deputada muito honrou sua região e nosso Estado”, registrou Eduíno Brito (PP). “Isabel Cristina era uma guerreira, que nunca vimos se lamentar por sua doença. Isso foi uma lição de vida para todos nos”, homenageou Tony Gel (PMDB).

Bispo Ossesio Silva (PRB) lembrou da ex-deputada como “uma pessoa muito alegre, que deixará saudade”. E o líder da Oposição, Sílvio Costa Filho (PRB), lamentou o falecimento da “nossa eterna professora, que tanto nos ensinou aqui na Casa. Uma pessoa solidária, que fez política com muita dignidade, seriedade e respeito ao povo do Estado, acima de tudo trazendo o Sertão no coração”.

O corpo de Isabel Cristina está sendo velado na Câmara de Vereadores de Petrolina. O sepultamento deverá acontecer nesta quinta (23), às 10h, no Cemitério Campo das Flores, no centro de Petrolina.

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana