Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
sexta-feira, 10 de junho de 2016

UPAE/IMIP de Petrolina ressalta a importância da imunização

A imunização está entre as iniciativas que contribuem decisivamente para o aumento da expectativa de vida da população, juntamente com o saneamento básico e a descoberta dos antibióticos – entre outros avanços da medicina. Desde criança, as pessoas são acostumadas ao ritual das gotinhas e agulhas e, embora nem sempre agradável, a imunização é imprescindível. 

Nesse Dia Nacional da Imunização (09 de junho), a Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE/IMIP) ressalta a importância desse ato e destaca que cumpre a Norma Reguladora 32 de Saúde e Segurança, oferecendo mensalmente aos seus funcionários o programa de imunização ativa contra tétano, difteria, hepatite B e os estabelecidos no Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO). 

Os profissionais de saúde fazem parte do grupo prioritário de vacinação, por se tratarem de pessoas diretamente expostas ao risco. “O serviço de Pronto Atendimento da UPAE, que funciona 24 horas, é porta aberta e de livre demanda. Portanto, estamos sujeitos a receber pacientes portadores das mais variadas doenças, o que torna o nosso ambiente de trabalho vulnerável. Por isso, uma vez por mês entramos em contato com a Secretaria Municipal de Saúde, que nos disponibiliza as vacinas para serem aplicadas aqui na unidade. Dessa forma, facilitamos o acesso às vacinas e garantimos que os nossos profissionais estejam sempre com a caderneta de vacinação atualizada”, esclarece a Enfermeira Gerente da Epidemiologia, Isadora Rodrigues. No último mês, os profissionais da UPAE/IMIP foram imunizados contra a Influenza. 

Imunizar é tornar o organismo resistente e capaz de reagir à presença de certos agentes (doenças, venenos de animais e outros). A manutenção do esquema vacinal em dia, utilizando todas as doses e reforços indicados e as novas vacinas que surgem é uma forma de manter a proteção de todas as pessoas, independente da idade, do gênero e da profissão. “É importante ressaltarmos que a vacinação não é indicada apenas para o grupo de risco, mas para toda a população. Assim como é preciso acabar com alguns mitos, como o de que a pessoa pode ficar doente depois da vacinação. A vacina não provoca a doença, o que pode ocorrer são algumas reações, como febre e dor local, que são as mais comuns”, ressalta a Coordenadora de Enfermagem, Grazziela Franklin. 

O Sistema Único de Saúde disponibiliza todas as vacinas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O Programa Nacional de Imunizações do Brasil é reconhecido no mundo inteiro. Anualmente, são mais de 300 milhões de doses distribuídas em vacinas, soros e imunoglobulinas.

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana