Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
quarta-feira, 27 de julho de 2016

Com fratura na coluna, homem morre a espera de cirurgia no HU

Um homem morreu de infecção generalizada após passar mais de 20 dias internado no Hospital Universitário em Petrolina. Inicialmente a família de Genivaldo dos Santos, 64 anos, temia que ele não voltasse a andar depois de ter sofrido um acidente de moto e gradativamente perder os movimentos dos membros inferiores. A família buscou ajudar para a realização da cirurgia reparadora, mas após 21 dias o paciente faleceu após o ferimento na coluna supurar e causar a contaminação.

Esse caso foi relatado no programa Nossa Voz da Grande Rio FM na manhã desta quarta-feira (27) pelo vereador Ronaldo Cancão. O parlamentar foi procurado por familiares de Genivaldo dos Santos e ainda fez contato com o reitor da Universidade Federal do Vale do São Francisco, Julianeli Tolentino – responsável pela transformação da unidade em hospital de ensino – cinco dias após o acidente para tentar agilizar o procedimento cirurgico. “Um cidadão chamado Genivaldo, lá do Roçado, teve um acidente de moto há mais de 20 dias e esse acidente provocou uma ruptura na coluna e ele estava perdendo os movimentos, a mobilidade das pernas. Eu fiz um ato que nunca fiz durante os três anos como vereador, ouvindo o clamor da tia, cunhada, sobrinhos, eu liguei para o reitor Julianeli que inclusive estava de férias mas foi atencioso. Eu disse a ele então que tomasse providências para que fosse realizada a cirurgia do rapaz que estava há cinco dias no hospital. Não cuidaram, passaram 21 dias e o cidadão morreu ontem (26) de uma infecção”, relatou.

Indignado o parlamentar garante que vai incentivar a família a processar o Hospital Universitário. “Fica aqui a minha atitude de repúdio a gestão, inclusive vou enviar um ofício hoje ao reitor e vou orientar a família a ir até o Ministério Público Federal porque não podemos assistir isso e fechar os olhos. Morreu, pronto e acabou? Foi mais um por negligência? Foi mais um por omissão do hospital? Simplesmente deixar um paciente 21 dias numa situação complicada com uma possível ruptura na coluna e morrer por infecção. É lamentável isso”. GrandeRioFM

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana