Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
quinta-feira, 7 de julho de 2016

Lula vai à Brasília tentar convencer senadores a barrar impeachment

O ex-presidente Lula chegou a Brasília na tarde desta quarta-feira (6) disposto a mais um round na disputa política para tentar reverter o impeachment da presidente Dilma Rousseff, já afastada do cargo e à espera da votação definitiva do processo no plenário do Senado, marcado para agosto. Lula combinou um jantar na casa do senador Roberto Requião (PMDB-PR), que convidou um grupo de colegas aindaem dúvida sobre o afastamento definitivo da presidente.

Lula quer convencer senadores como Cristovam Buarque (PPS-DF) e Acir Gurgaz (PDT-RO), que ainda definiram como votarão na rodada final de deliberações do impeachment. O ex-presidente deve reafirmar o compromisso de Dilma e do PT de convocar novas eleições neste ou no próximo ano, além de apresentar uma proposta de reforma política. A principal proposta de Dilma e do PT é a convocação de um plebiscito junto com as eleições municipais e a realização de novo pleito presidencial em 90 dias.

Requião abriu as portas da sua casa para receber Lula e senadores indecisos sobre impeachment Esse é mais uma esforço concentrado que de Dilma com a tropa de choque da bancada do PT no Senado e de aliados como os senadores João Capiberibe (PSB-AP) e Randolfe Rodrigues (PSol-AP), além do próprio Requião.

A presidente afastada também garantiu o apoio da senadora Kátia Abreu (PMDB-GO), sua ex-ministra da Agricultura. Lula, o PT e Dilma precisam de, pelo menos, 28 votos de senadores para barrar o afastamento definitivo da presidente. Se conseguir, ela retornará ao cargo. Na primeira votação, que determinou o afastamento de Dilma, o placar foi 55 a 22 contra a petista.  CongressoemFoco

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana