Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Olímpiadas: O contraste de se vestir que chamou a atenção

O islamismo sunita é a religião predominante no Egito - cerca de 90% da população de 93,05 milhões de habitantes. Lá as mulheres não tem a liberdade de viver em países como no Brasil por exemplo. Só para se ter uma idéia, para trabalhar elas precisam pedir autorização aos maridos. Além disso, dependendo da linha religiosa que se segue, obedecem a rígidos códigos de vestimenta, o que, para países não-islâmicos, pode ser visto como um símbolo de opressão.

No vôlei de praia, uma atleta chama a atenção na Praia de Copacabana: nada de top, nada de biquíni. Doaa Elgobashy, de 19 anos, joga de hijab, uma espécie de véu sobre a cabeça, e calça, já que não pode mostrar as pernas.

Mas ela não vê nisso um problema. Para a esportista, não atrapalha nada para se atirar no chão, por exemplo. Pelo contrário, Doaa gosta e se orgulha da roupa. Neste domingo, a jogadora entrou para a história com sua parceira Nada Meawad, que é muçulmana, mas não usa a vestimenta, somente a calça, como membro da primeira dupla do Egito a disputar uma Olimpíada nessa modalidade.

A parceira Nada explicou a questão de apenas uma delas usar o véu. Ambas são muçulmanas, mas Doaa é de uma linha diferente. Por isso, ela segue todos os preceitos.

Afinal, não é fácil ser mulher e atleta no Egito. Para se ter uma ideia, de toda a delegação egípcia, que tem 123 atletas, apenas 37 são mulheres (o que representa apenas 30% do total). Ao todo, são 86 homens. Londres 2012 continua sendo o recorde do país. Foram 112 atletas, sendo 34 mulheres, ou seja, 30,3% da delegação. Muitas esportistas do país abandonam suas modalidades quando casam, já que seus maridos pedem que elas parem para ter filhos.

Elas ainda ganham menos que eles: Roshdy Shaimaa, medalhista de ouro no Egito, afirmou, em entrevista ao site "Vice", que recebia apenas US$ 6,5 por campeonato de caratê que participava no início da carreira. Ainda segundo essa publicação, a atleta se aposentou ganhando US$ 105 por mês, enquanto o salário mínimo no país é US$ 170.

Além de toda a questão da posição inferior da mulher islâmica e na participação, ainda que tímida, nos esportes, Doaa e Nada até pouco tempo nunca tinham jogado vôlei de praia. A primeira está na modalidade há um ano e meio e foi uma das responsável pela classificação egípcia através da Copa Continental da África. 

Nada e Doaa são também as atletas mais jovens do vôlei de praia na Olimpíada. A primeira tem apenas 18 anos. A segunda é só um pouquinho mais velha, tem 19.

Com informações do Globo Esporte

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana