Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
domingo, 11 de dezembro de 2016

Datafolha: 63% querem renúncia de Temer, e eleições diretas já

Este fim de semana está sendo bastante movimentado na política brasileira, especialmente com as denuncias que foram levadas a público neste sábado (10) por toda imprensa, com a delação de um dos diretores da Odebrecht, Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da empreiteira, na negociação de acordo com a Lava Jato, envolvendo dentre outros o Presidente da República Michel Temer (citado 43 vezes no relatório) e seus principais aliados: Renan Calheiros, Romero Jucá, Eliseu Padilha, Geddel Vieira Lima, Moreira Franco, Rodrigo Maia e Eunício Oliveira.
 
As autoridades que deveriam ter um mínimo de ética e moral, todos comprometidos com os desvios de recursos, e sem nenhuma autoridade para definir o rumo que o país deve tomar, deixando a população perplexa, confusa e praticamente num "mato, sem cachorro".

Confirmando esta conjuntura complicada, o Instituto DataFolha divulga neste domingo (11), na Folha de São Paulo, uma pesquisa que revela que 63% da população quer a renúncia de Temer. Ao mesmo tempo, segundo o DataFolha, os brasileiros querem eleições direitas já, para que haja legitimidade em que esteja comandando o país, pois está ficando cada vez mais claro que o interesse dos que derrubaram Dilma Rousseff não era tirar alguém que estaria praticando crime de responsabilidade, mas sim de tomar o poder a qualquer custo, visto que os que estão governando atualmente, estão cada vez mais apresentados como criminosos, corruptos e sem autoridade para ocuparem os principais cargos da república.

A pesquisa foi feita nos dias 7 e 8 de dezembro, ouviu 2.828 pessoas de 16 anos ou mais.
Para que hajam eleições diretas, o presidente Temer precisaria renunciar ou perder o mandato com ações que estão no TSE, até 31 de dezembro.


A hora é da população se posicionar com clareza, não é momento para se viver na inércia, visto que o presidente Michel Temer e seus comparsas, digo, aliados, estão determinados a efetuar reformas fundamentais, como a do Teto dos gastos e da Previdência, que repercutirão de forma negativamente na vida dos brasileiros, especialmente dos mais pobres.

Por Francisco Evangelista

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana