Temusados

Temusados

Dirija Já

Dirija Já

Chaveiro 24h

Blog do Francisco Evangelista. Tecnologia do Blogger.
terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Prefeitura e Governo do estado confirmam que Juazeiro não é zona endêmica de febre amarela

 Secretaria de Saúde de Juazeiro, juntamente com o Núcleo Regional Norte de Saúde (NRNS), informam que, apesar da notificação de três casos suspeitos de febre amarela em Teixeira de Freitas, cidade localizada no sul do estado, Juazeiro não está entre os 68 municípios baianos que foram considerados zona endêmica pelo Ministério da Saúde. Por esse motivo, a vacinação continua acontecendo apenas como parte do calendário normal de vacinação.

Segundo o secretário de saúde, Plínio Amorim, não há motivos para a população se preocupar. “Juazeiro não é zona endêmica, por isto, devem realizar a vacina aqueles que se enquadram na faixa etária ou os que vão viajar para os municípios de risco. Estamos atentos a qualquer sinal de risco para, se necessário, adotarmos as medidas cabíveis, intensificando a vacinação”, explica.

Região

O coordenador de saúde do NRNS, Pedro Alcântra, explica que há seis municípios cobertos pelo Núcleo que receberam a recomendação de vacinação seletiva: Pilão Arcado, Remanso, Casa Nova, Santo Sé, Campo Alegre de Lourdes e Sobradinho. “Esses locais estão cobertos, temos condições de vacinar todo o público alvo. Lembrando que não há nenhum surto nem casos suspeitos nessas cidades, não há necessidade de correr para os postos. Pessoas que não vão viajar para a zona endêmica ou não se enquadram na faixa etária não precisam ter pressa”, esclarece.

De acordo com o Calendário Nacional de Vacinação atual, a primeira vacina de febre amarela deve ser tomada aos 9 meses de vida e o reforço aos 4 anos de idade, com estas duas doses a criança já é considerada imunizada. Para a população adulta que nunca foi vacinada, a vacina pode ser tomada a qualquer momento e só há necessidade de reforço após 10 anos. Para os que vão viajar para zonas de risco, deve-se tomar a vacina com 10 dias de antecedência.

A superintendente de Vigilância em Saúde do município, Tatiane Malta, destaca que é importante que a população esteja ciente da forma segura de administrar a vacina. “Gestantes, mulheres que amamentam e maiores de 60 anos não podem ser vacinados. É preciso ter muito cuidado para não haver erros prejudiciais à saúde”, afirma.

Municípios em alerta

Outros municípios baianos que receberam a recomendação do Ministério da Saúde para vacinar a população foram: Angical, Alcobaça, Belmonte, Baianópolis, Barra, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brejolândia, Buritirama, Canápolis, Caravelas, Carinhanha, Catolândia, Cocos, Coribe, Correntina, Cotegipe, Cristópolis, Eunápolis, Feira da Mata, Formosa do Rio Preto, Guaratinga, Ibotirama, Itaguaçu da Bahia, Iuiú, Jaborandi, Ibirapuã, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itanhém, Itapebi, Jucuruçu, Luiz Eduardo Magalhães, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Malhada, Mansidão, Morpará, Muquém de São Francisco, Nova Viçosa, Paratinga, Porto Seguro, Prado, Riachão das Neves, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santana, São Desidério, São Félix do Coribe, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Sítio do Mato, Santa Cruz de Cabrália, Teixeira de Freitas, Tabocas do Brejo Velho, Vereda e Vitória da Conquista, Wanderley, Xique-Xique. Andréa Meireles/Ascom Sesau

0 Comentários até agora. Qual sua opinião?:

Siga-nos no Google+

Fotos do Blog

Top 10 da semana